O incêndio de grandes proporções que destruiu a antiga estação ferroviária de Guararapes (SP), na madrugada deste domingo (10), teria começado em um local onde a prefeitura armazena pneus. A Defesa Civil de Araçatuba também deu apoio na interdição do local, a pedido do Cobom (Centro de Operações do Corpo de Bombeiros).
O fogo, conforme apurações preliminares, teria começado em local onde há um depósito de pneus. A estação é frequentada por andarilhos e usuários de drogas, que ficam nas proximidade do local onde havia esse depósito de pneus. Uma casa anexa foi atingida e a família perdeu tudo. 
As chamas, que começaram por volta das 5h30. A estação passava por reformas. O Corpo de Bombeiros de Araçatuba e um caminhão-pipa da Prefeitura local foram acionados e contiveram as chamas.
A Prefeitura registrou um boletim de ocorrência. A perícia técnica foi acionada para coletar informações sobre a causa do incêndio. O laudo sai em 30 dias, o que irá ajudar as investigações da Polícia Civil.
A antiga estação ferroviária de Guararapes foi erguida no início do século 20. Com a desativação do transporte de passageiros, o local passou a ser frequentado por andarilhos e usuários de drogas.
Em janeiro do ano passado, o espaço também foi atingido por um incêndio, após a Prefeitura reformar o telhado da estação. O projeto do município era transformar o local em um Centro Cultural, com aulas de flauta, violão, fanfarra e balé. A intenção era também criar um memorial com fotos da estação com um projeto, poltronas e fotos do antigo Cine Paratodos.
Por: Fábio Shiz/RP10
Araçatuba Acontece
11/04/2022