Sesc traz para o Festival Literário de Birigui espetáculo teatral com o ator Hilton Cobra


O Sesc Birigui traz para o Flibi (Festival Literário de Birigui) o
espetáculo teatral “Traga-me a cabeça de Lima Barreto!”, com o
ator e fundador da Cia dos Comuns, Hilton Cobra. A peça será
encenada nesta sexta-feira (26) e sábado (27), a partir das 19h30, no
teatro do Sesc.


A montagem discute o racismo e ainda celebra os 140 anos de nascimento
e lembra o centenário da morte do escrito Lima Barreto. A entrada nas
duas apresentações é gratuita e os ingressos devem ser retirados
pelo site www.sescsp.org.br. É recomendável para maiores de 14 anos.


Livremente inspirada na obra de Lima Barreto (1881-1922) –
especialmente nos títulos “Diário Íntimo” e “Cemitério dos
vivos” – “Traga-me a cabeça de Lima Barreto!”, reúne trechos
de memórias impressas nas obras do escritor, que são entrecruzados
com livre imaginação.


FACETAS DE LIMA BARRETO


O texto fictício tem início logo após a morte de Lima Barreto,
quando eugenistas exigem a exumação de seu cadáver para uma
autópsia a fim de esclarecer: “como um cérebro inferior poderia
ter produzido tantas obras literárias se o privilégio da arte nobre
e da boa escrita é das raças superiores?”.


A partir desse embate, a peça mostra as várias facetas da
personalidade e genialidade de Lima Barreto, sua vida, família, a
loucura, o alcoolismo, sua convivência com a pobreza, sua obra não
reconhecida, racismo, suas lembranças e tristezas.


Escrito para comemorar os 40 anos de carreira de Hilton Cobra, o
monólogo conta com trechos dos filmes “Homo sapiens 1900” e
“Arquitetura da destruição”, ambos cedidos pelo cineasta sueco
Peter Cohen – que mostram fortes imagens da eugenia racial e da arte
censurada pelo regime hitlerista.


Lázaro Ramos, Caco Monteiro, Frank Menezes, Harildo Deda, Hebe Alves,
Rui Manthur e Stephane Bourgade emprestam a voz para a leitura em off
de textos de apoio à cena. A dramaturgia de “Traga-me a cabeça de
Lima Barreto!” é de Luiz Marfuz e direção de Onisajé (Fernanda
Júlia).


SOBRE O ATOR


Criada em 2001, no Rio de Janeiro, pelo ator, diretor, produtor e
gestor cultural Hilton Cobra, a Cia dos Comuns é um grupo de teatro
formado por atrizes e atores negros com a missão artística e
política de desenvolver uma pesquisa teatral negra que possibilite um
maior conhecimento da nossa cultura, além de estimular o apuro
técnico e a ampliação do espaço de atuação profissional de
artistas e técnicos negros no mundo das artes cênicas.


Na companhia, Hilton Cobra produziu os espetáculos “A roda do
mundo”, “Candaces - a reconstrução do fogo” e “Bakulo - os
bem lembrados”, além de produzir e dirigir “Silêncio”.
Idealizou e realizou a mostra “Olonadé - a cena negra brasileira”
e o Fórum Nacional de Performance Negra.


O Flibi é uma realização da Prefeitura de Birigui, por meio da
Secretaria de Cultura e Turismo, e Parceria Cultural do Sesc e Sesi.
Conta com o apoio do programa Tradição SP do Governo de São Paulo e
APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte), Bookplay e Centro de
Apoio Reynaldo Gianecchini. A ITB Equipamentos Elétricos é a
patrocinadora oficial do evento.

PROGRAMAÇÃO FLIBI – SEXTA-FEIRA (26/11)
Sarau Literário
10h – Etec Dr. Renato Cordeiro


Espetáculo “Traga-me a cabeça de Lima Barreto!”
Com ator Hilton Cobra
Apresentações: Sexta-feira e sábado, a partir das 19h30, no Teatro
do Sesc
Ingresso:
https://www.sescsp.org.br/programacao/225859_TRAGAME+A+CABECA+DE+LIMA+BARRETO#
Por: Sílvio Romeiro
Fonte: Assessoria de imprensa da prefeitura municipal de Araçatuba
araçatuba Acontece
24/11/2021





Postar um comentário

0 Comentários