Homem que matou rival com pedradas é condenado a 12 anos de prisão


Lucinei Pereira da Rocha, de 41 anos, foi condenado a 12 anos de prisão em regime inicial fechado pelo assassinado de Donizete Aparecido de Oliveira, 64 anos. O crime ocorreu em julho de 2020 na praça da capela municipal, no bairro Planalto. Ambos eram moradores em situação de rua e, na ocasião, brigaram por causa de pinga. O julgamento foi realizado nesta quarta-feira (27) no Fórum de Araçatuba e terminou por volta das 18h30.

A defesa apresentou as teses de legítima defesa e de violenta emoção e pediu o afastamento da qualificadora. No entanto, todos os argumentos foram rejeitados. O promotor de justiça Adelmo Pinho disse que não vai recorrer da decisão. O Tribunal do Júri foi presidido pelo juiz Henrique Castilho Jacinto.
No dia do crime, o autor teve uma briga com a vítima por causa de pinga. O copo com a bebida caiu e iniciou-se uma desavença entre as partes. O acusado pegou uma pedra de bloco de concreto e desferiu dois golpes na cabeça da vítima. Após o homicídio, o suspeito fugiu, mas foi preso após ser identificado e confessou o crime.
Por: Alex Mesmer/ RP10 
Araçatuba Acontece 
27/10/2021



Postar um comentário

0 Comentários