Suspeito de financiar mega-assalto em Araçatuba é solto




Na noite desta quarta-feira (8), o Tribunal de Justiça (TJ) informou que soltou o homem suspeito de financiar o mega-assalto a agências bancárias de Araçatuba (SP) após audiência de custódia.
Paulo César Gabrir, de 33 anos, a esposa dele, Michele Maria da Silva, de 40 anos, e o jovem Emerson Henrique Dias, 25 anos,  foram presos em Sorocaba, no interior de SP, nesta quarta. A mulher e o rapaz também foram soltos.
As prisões em flagrante foram relaxadas, pois não havia nenhum indício que os vinculasse ao ataque, disse o Tribunal de Justiça.
"Não houve apreensão de nenhum instrumento ou produto de crime relacionado àquele caso em poder dos autuados (dinheiro, armas, explosivos etc.), com exceção de uma denúncia anônima, que nem mesmo é considerada indício. A prisão ocorreu por associação criminosa sem que, no entanto, houvesse nos autos indícios mínimos da prática de tal crime pelos autuados. Essa a razão de ter havido relaxamento das prisões em flagrante", afirmou em nota.
Ainda não se sabe se os três continuam investigados pela participação do crime.


Postar um comentário

0 Comentários