Tapeceiro desaparecido é encontrado morto com faca cravada nas costas


O tapeceiro Carlos Eugênio, 47 anos, que estava desaparecido desde sexta-feira (6) foi encontrado assassinado no final da tarde deste domingo em uma casa abandonada no bairro São Joaquim. O corpo apresentava sinais de violência e tinha uma faca cravada na região das costas.
De acordo com o boletim de ocorrência, o corpo foi encontrado por uma auxiliar de enfermagem que faz um trabalho de apoio a dependentes químicos que frequentam o local onde o corpo de Eugênio foi encontrado, na rua do Fico, 156, esquina com a Gonçalves Ledo.
Equipes da Polícia Militar e DH/Deic (Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada em Investigações Criminais) estiveram no local, além de peritos do Instituto de Criminalística. O corpo estava em rigidez cadavérica e tinha siais de violência, inclusive a faca cravada nas costas.
No local, perto do cadáver, o único documento encontrado foi um título de eleitor em nome do tapeceiro. Posteriormente um irmão do tapeceiro fez o reconhecimento do corpo, e disse que ele havia desaparecido na sexta-feira, informando ainda que era alcoólatra e dependente químico.
Por: Alex Mesmer/RP10 
Araçatuba Acontece 
10/08/2021



Postar um comentário

0 Comentários