PM resgata mulher e dois filhos mantidos em cárcere e sob violência



Uma dona de casa de 39 anos, portadora de deficiência, e dois filhos foram resgatados por familiares nesta segunda-feira (23) no bairro Monte Líbano, em Birigui, com a ajuda da Polícia Militar, que conseguiu entender os gestos da vítima, que precisava de ajuda. Os três eram mantidos em cárcere privado sob violência física e psicológica, pelo companheiro dela, um segurança de 38 anos, e a denúncia partiu de parentes das vítimas.
A reportagem apurou que a PM recebeu pedido de apoio de familiares das vítimas que vieram de outra cidade para buscá-las, tendo em vista que estavam sendo mantidas em cárcere e sob ameaça, e o suspeito é um homem forte e muito violento. 
Ao chegar na residência, os policiais foram atendidos pelo indiciado e pela mãe dele, que também é acusada de agredir a vítima, e os dois tentavam responder por ela. A mulher apenas concordava mas dava sinal com os olhos de que algo não estava certo.
A vítima até dizia estar tudo bem, concordando com a versão do companheiro e da mãe dele, mas em um momento em que ficou só com os policiais, pediu ajuda e disse que precisava sair de lá, e que parentes já estavam a caminho para buscá-la. A mulher era impedida de sair, não podia ter contas em redes sociais e proibida de manter contato com familiares.
Os policiais ainda descobriram um caderno onde a vítima anotava, desde 2018, detalhes das agressões que vinha sofrendo. Além da mulher, as crianças também eram submetidas a violência física e psicológica. O homem teria inclusive matado um cachorro a marteladas na frente das crianças.
Os policiais encontraram o menino de 12 anos trancado em um quarto. Inicialmente, o menino disse que estava tudo bem. No entanto, quando começou a conversar com os policiais, ele chorou e contou que era ameaçado pelo próprio pai.
Os policiais conseguiram manter contato com os familiares das vítimas que confirmaram que estavam indo buscá-las. Todos foram encaminhados à delegacia e a mãe e filhos foram levados pelos parentes para outra cidade. 
O homem foi ouvido e liberado após prestar depoimento. Ele responderá pelos crimes de sequestro, cárcere, ameaça, violência doméstica e lesão corporal. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso.
Participaram da ocorrência os policiais Sargento PM André, Cabos De Lima e Salles e Soldados Batista, Elvis e Bruce.
Por: Fábio Shizz/RP10
Araçatuba Acontece
23/08/2021



Postar um comentário

0 Comentários