Gate desarma 40 bombas e inutiliza 50 kg de explosivo após mega-assalto



O GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) da Polícia Militar de São Paulo desarmou cerca de 40 bombas e inutilizou pelo menos 50 quilos de explosivos deixados pelos criminosos que comandaram um mega-assalto a agências bancárias de Araçatuba (SP). A ação criminosa ocorreu na madrugada desta segunda-feira (30). 
Segundo o capitão PM do GATE João Gabriel Pires, a última bomba foi inutilizada por volta das 22h no bairro Aviação, atrás do CPI-10 (Comando de Policiamento do Interior). Durante todo o dia, três equipes do Gate atuaram para evitar acidentes com os explosivos deixados estrategicamente pelos assaltantes em pelo menos 20 diferentes pontos de Araçatuba, a maioria da região central.
É a primeira vez que a polícia registra uma ação onde os bandidos deixam parte da cidade minada. Um dos artefatos foi responsável pela amputação dos dois pés de um rapaz de 25 anos no centro da cidade. 
O acidente ocorreu durante a madrugada, cerca de uma hora e meia após o término do assalto. Ao passar perto de uma das bombas, no cruzamento das ruas Duque de Caxias e General Osório, o rapaz foi atingido com a detonação do artefato. A vítima estava em uma bicicleta e foi arremessada no asfalto com dilaceração dos pés e parte das mãos. O jovem foi socorrido e está internado em estado grave. 
O assalto 
A quadrilha iniciou os ataques com explosivos e armas de fogo de grosso calibre pouco depois da meia noite. Os principais alvos foram duas agências bancárias localizadas na praça Rui Barbosa. A Agência da Caixa Econômica Federal foi alvo de várias explosões. De lá, os criminosos levaram uma quantia ainda não revelada em dinheiro. 
No Banco do Brasil, os criminosos tiveram acesso ao cofre subterrâneo. A terceira agência, a do Santander, foi apenas danificada.
Os criminosos renderam moradores e os usaram como "escudo humano" sobre os carros. Veículos foram queimados em vários pontos da cidade e da região para impedir a chegada da polícia.
A quadrilha usou drones para monitorar toda a ação, tanto na chegada na região central até a fuga pela zona rural da cidade.
Por: Alex Mesmer
Imagens: Sílvio Romeiro
Araçatuba Acontece
31/08/2021












Postar um comentário

0 Comentários