PM apreende 3 armas, maconha e dinheiro em ‘biqueira’ no São José

 A Polícia Militar apreendeu três armas, sendo uma garrucha e duas espingardas, 41 porções de maconha e cerca de R$ 1900 em dinheiro em uma ‘biqueira’ (ponto de venda de drogas), no bairro São José, em Araçatuba (SP). O homem apontado como responsável pelo local foi preso em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de armas de fogo.

A ação ocorreu na noite desta segunda-feira (26). Tudo começou quando uma equipe da PM, composta pelo cabo Roque e soldado Barcelo, abordou um suspeito de furto que retirava um módulo de som de um veículo Gol estacionado no bairro Jardim do Trevo, perto da rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463).

No momento da abordagem, o dono do carro apareceu e confirmou que o seu carro havia sido arrombado e que estava sendo furtado. Ele sentiu a falta de um notebook. O homem abordado admitiu o crime e disse que havia levado o notebook para a biqueira na Rua José Smith Junior e indicou o local para os policiais.

Com apoio de outras equipes, a PM foi até o ponto de venda de drogas. Já no portão de entrada, o responsável pelo local, identificado pelas iniciais S.C.D., 45 anos,  tentou impedir o acesso e investiu contra os policiais. Muito agressivo, ele teve que ser algemado.

Durante a busca, os policiais encontraram as três armas e as porções de maconha no quarto da casa e o dinheiro em um móvel na sala.

A PM ainda apreendeu vários relógios, tablets, anéis, bijuterias e celulares que possivelmente foram trocados por drogas na biqueira. O que chamou a atenção foi a grande quantidade de moedas apreendidas, num total de R$ 838,00.

Durante a apreensão, o proprietário do local, mesmo algemado, tentou novamente investir contra os policiais, mas acabou caindo sozinho e fraturou um braço. Ele foi levado para o pronto-socorro e depois do atendimento médico, foi apresentado no plantão policial.

O rapaz que foi surpreendido levando o módulo de som do carro, identificado pelas iniciais E.A.R., 34 anos, foi autuado em flagrante por furto. Os nomes dos indiciados não foram divulgados pela polícia em razão da lei de abuso de autoridade.

Por: Alex Mesmer/RP10 
Araçatuba Acontece
27/04/2021




Postar um comentário

0 Comentários