Acusado de assassinato é absolvido e outro é condenado a 6 anos em Araçatuba

 O Tribunal do Júri de Araçatuba condenou ontem (10) Leonardo Henrique de Carvalho a 6 anos de prisão pela morte de Luís Henrique dos Santos. O crime ocorreu em julho de 2016 no bairro São José. Outro acusado do crime, Webster Marques Paiva da Silva, foi absolvido. 

De acordo com denúncia do Ministério Público, a vítima estava em um bar na Rua José Smith Júnior quando se desentendeu com dois rapazes, um deles seria Leonardo. 

Horas mais tarde, a vítima foi atingida por vários tiros quando passava a pé pela na Rua Fundador  Paulino Gatto, ainda no bairro São José. Investigação da Polícia Civil apontou envolvimento no crime da dupla julgada ontem. Ambos foram presos em seguida. 

No entanto, no julgamento de ontem, os jurados entenderam que Webster não teve participação no assassinato.  Ele foi representado pelo advogado criminalista Flávio Batistella.

"Sempre confiamos que a justiça seria feita. Meu cliente não teve nada a ver com esse crime e nós conseguimos provar isso no tribunal", ressaltou Batistella. 

Leonardo segue preso no sistema prisional paulista. Webster, que até então estava preso na penitenciária de segurança máxima de Valparaíso, seria libertado nesta quinta-feira (11). 

O julgamento foi realizado na modalidade semipresencial. Os réus participaram por meio de teleconferência e não houve a participação do público. Os jurados ficaram em distanciamento social no local destinado a plateia.

Os advogados, o promotor e o juiz que presidiu a sessão também ficaram afastados em razão da pandemia de covid-19. 

Uma testemunha de acusação passou mal momentos antes do início do julgamento e foi levada pela ambulância do Samu para a Santa Casa, onde foi medicada e liberada.

Por: Alex Mesmer/Regional Press
Araçatuba Acontece
11/02/2021



Postar um comentário

0 Comentários