Homem é executado a tiros, bate o carro e derruba poste em Araçatuba

 Vìtima estava portando um revólver calibre 38. Vários bairros da zona norte ficaram sem energia elétrica

Um homem identificado como Danilo Antônio da Silva, 23 anos, morador no conjunto habitacional Beatriz, foi executado a tiros na madrugada desta sexta-feira (25) na marginal Brigadeiro Faria Lima, ao lado do viaduto da rodovia Elieser Montenegro Magalhães com avenida Jorge Melen Rezek, zona norte de Araçatuba. Ele, que estava armado, bateu o carro e derrubou um porte, deixando vários bairros sem energia elétrica durante a madrugada,

Por volta das 3h10 a Polícia Militar foi acionada e a informação era de que havia ocorrido um acidente de trânsito com vítima. Quando a primeira equipe chegou ao local encontrou o veículo, um Santana, branco, batido no poste, que havia sido derrubado com o impacto da batida, e o corpo da vítima  caído na rua, atrás do carro e de bruços.

No interior do veículo não havia manchas de sangue, e os policiais encontraram diversas perfurações de tiros. Quando a perícia chegou ao local e virou o corpo de Silva, encontrou debaixo dele um revólver de calibre 38, com cabo de madre pérola, carregado com um cartucho picotado, ou seja, que havia falhado. 

Devido à queda do poste, bairros como Engenheiro Taveira, Águas Claras 1 e 2 2 Verde Parque Ficaram sem energia elétrica. Uma equipe da Polícia Civil esteve no local com o delegado Pedro Paulo Negri. Peritos do Instituto de Criminalística fizeram o trabalho de perícia, e inicialmente constataram que a vítima foi atingida por pelo menos cinco tiros, que acertara, a cabeça, peito, coxa. Os policiais constataram que Silva já tinha passagem por tráfico e havia deixado o sistema prisional este ano.

A Polícia Civil já está investigando o caso. Quem tiver alguma informação que leve aos autores do crime pode entrar em contato com as polícias Civil ou Militar, pelos telefones 197 ou 190. Não é preciso se identificar.

Por: Fábio Shiz 
Araçatuba Acontece 
25/12/2020





Postar um comentário

0 Comentários