Araçatubense é preso em operação da PF contra pedofilia na internet e estupro de vulneráveis

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (9) a Operação Desvelado, resultado de Cooperação Policial Internacional para a repressão à Pedofilia na internet e ao estupro de vulneráveis. Um homem de Araçatuba, cuja identidade não foi revelada pela PF e seria um dos responsáveis pelo esquema, foi preso na ação. Equioes da PF estão neste momento na casa dele.

Segundo informe produzido pela sede da INTERPOL em Lyon/França, um brasileiro seria o responsável pela criação e manutenção de um dos maiores fóruns em língua portuguesa de pornografia infantil da DEEPWEB.

Além de disponibilizar a plataforma para usuários em todo o mundo, o investigado ainda publicava grande quantidade de vídeos e fotos de si próprio estuprando vítimas diversas. As idades das meninas variavam entre os 5 e os 12 anos. Sua filha está na lista de prováveis vítimas.

Valendo-se de técnicas de investigação cibernética, a Polícia Federal brasileira teve êxito em identificar o responsável pelos estupros gravados e exibidos na rede mundial de computadores. Trata-se do homem de Araçatuba, que tem cerca de 50 anos, uma filha e um neto.

O fórum da deepweb e outras plataformas criadas por ele já eram conhecidos das polícias de inúmeros países.

A união de esforços e a cooperação policial intenacional propiciou a revelação de sua identidade, razão do nome escolhido para a Operação – Desvelado.

Até o momento não há indicação da participação de terceiros, o que será ainda esclarecido pela análise da mídia apreendida no local e pela oitiva dos envolvidos (agressor, vítimas e familiares). Por fim a PF apura a provável comercialização de parte do acervo criminoso produzido pelo investigado.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão.

Por: Fábio Shiz/Regional Press
Araçatuba Acontece
09/09/2020


Postar um comentário

0 Comentários