Dia do Voluntariado: Atividades da Santa Casa de Araçatuba contam com apoio de 300 voluntários

Hoje dia 28 de agosto, comemora-se o Dia Nacional do Voluntariado. A data foi criada há 35 anos pela Organização das Nações Unidas com o objetivo de desenvolver o espírito de solidariedade nas pessoas, que são convidadas a colaborar com o desenvolvimento sustentável do planeta a partir de inúmeras ações.

A Santa Casa de Araçatuba, hospital filantrópico que realiza em média 46 mil procedimentos médico-hospitalares/dia, dos quais no mínimo 65% são pacientes do Sistema Único de Saúde, é beneficiada   pelo serviço voluntário, atividade que contribui para a consolidação das ações do Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar (PNHAH) realizadas pela instituição.
As ações do voluntariado estão suspensas desde o início da pandemia do coronavírus e deverão ser retomadas quando as medidas de enfrentamento forem desmobilizadas.
São 300 voluntários cadastrados em grupos que realizam ações sociais/assistências, e atividades religiosas ministradas por 19 denominações de diferentes credos.
Do total de voluntários, 155 integram os grupos: Projeto Cor & Amor, Associação ATAMOR, Projeto Musical da Congregação Cristã do Brasil, Rede Feminina (Campanha de Combate ao Câncer), Pastoral da Saúde, Convatec, Casa de Oração da Igreja Missionária Casa de Oração, Restaurando Famílias, e Captação de Recursos
As ações são organizadas por uma agenda elaborada pela Comissão de Voluntariado que é presidida pelo colaborador Gustavo Alves.  A Comissão foi criada pelo administrador Mauro Inácio da Silva  que no passado decidiu regulamentar a atividade de voluntariado em todo o complexo hospitalar.
Os grupos voluntários foram convocados publicamente e apresentaram planos de trabalho para os quais estavam vocacionados a realizar. A seleção realizada pela Comissão considerou as atividades que mais preenchem as necessidades de emocionais, assistenciais e espirituais de pacientes e acompanhantes. Além disso, a diversificação das atividades também foi considerada como forma de evitar duplicidade de ações.

Âncoras
Os novos grupos potencializaram atividades que são realizadas há várias décadas por dois grupos pioneiros no voluntariado na Santa Casa de Araçatuba:  a Campanha Feminina de Combate ao Câncer de Araçatuba e Pastoral da Saúde.
A CCCA por exemplo, atua no hospital desde 1965 e mantém 10 voluntários no Centro de Tratamento Oncológico e na Central de Radioterapia. Mantém 1,7 mil pacientes cadastrados e presta assistência mensal permanente a 450 pacientes em tratamento oncológico, 20 dos quais, crianças.
Os pacientes recebem medicamentos, alimentos e passagens quando o tratamento exige terapias em outras cidades e recursos para exames laboratoriais não cobertos pelo SUS. O grupo de voluntárias também financia necessidades imediatas do hospital, como a recente doação de R$ 80 mil para reforma de dois quartos da UI-II.
A CCCA, também fornece pães para os lanches diários de pacientes e acompanhantes e presta auxílio para manutenção da Casa de Apoio São Francisco que oferece abrigo temporário a pacientes e acompanhantes de outras cidades da região.
A pastoral atua na Santa Casa de Araçatuba há mais de 20 anos e realiza em média 14 mil visitas por ano aos pacientes internados ou em atendimento no hospital. O trabalho é feito por 32 voluntários que interagem com os pacientes e acompanhantes por meio de orações, silêncio, presença e acolhimento. A Pastoral da Saúde atende necessidades básicas como fornecimento de roupas e produtos de higiene.

Por: Assessoria de imprensa da Santa Casa de Araçatuba
Araçatuba Acontece
28/08/2020



Postar um comentário

0 Comentários