FAC FEA flexibiliza mensalidades em benefício aos alunos

A FAC FEA (Faculdade da Fundação Educacional Araçatuba) flexibilizou o valor das mensalidades em função da pandemia do Covid-19 em benefícios aos alunos que estão sendo afetados financeiramente devido às medidas adotadas visando o isolamento social, mesmo com a recente flexibilização das restrições.
O presidente em exercício do Conselho de Curadores da Fundação, professor Marcos Francisco Alves, explicou que em reunião com os conselheiros, foi aprovada medida em benefício aos alunos. Nos meses de abril e maio, eles puderam pagar o valor correspondente a 50% da mensalidade prevista em contrato semestral, sendo que a diferença poderá ser paga em 12 vezes sem juros.

Já para os meses de junho e julho foi aprovado um desconto de 11,5%, ou seja, um abatimento que não precisará ser compensado posteriormente. De acordo com o presidente, este percentual foi o máximo que a entidade conseguiu chegar para abater na mensalidade e não prejudicar o equilíbrio financeiro da FAC FEA, que é uma entidade sem fins lucrativos e já atua com mensalidades abaixo da média praticada na região.
Por ser uma entidade sem fins lucrativos a FAC-FEA consegue canalizar mais investimentos em um corpo docente de excelência e também vem modernizando toda sua estrutura física.

O investimento em um bom corpo docente resulta na qualidade dos cursos, conforme comprovação pelo IGC – MEC, o Índice Geral de Cursos, que em uma avaliação de 0 a 5, a FEA conseguiu nota 4 durante seis anos consecutivos.
Hoje a instituição oferece cinco cursos, administração, ciências econômicas, direito, pedagogia e psicologia, além de cursos de pós-graduação, e já está na fase final para implantação do curso de medicina.

A FEA já formou mais de 2 mil alunos e pelas estatísticas, a maioria são alunos que integram famílias com renda familiar entre dois a cinco salários mínimos, que precisam trabalhar para pagar os estudos, e posteriormente acabam conseguindo boas colocações no mercado de trabalho.

Araçatuba Acontece
04/06/2020


Postar um comentário

0 Comentários