Em ações distintas, GOE/Deic prende duas pessoas por tráfico em Araçatuba

Duas ações realizadas pelo GOE (Grupo de Operações Especiais), do Deic/Araçatuba, na noite desta quinta-feira (18), resultaram na prisão de duas pessoas por tráfico de drogas em bairros distintos da cidade.

A primeira ocorrência foi realizada no bairro Águas Claras, após denúncia de que uma moradora de 24 anos, já conhecida nos meios policiais, estaria vendendo drogas na casa dela, na Rua José Maurício de Souza.

Com viaturas descaracterizadas, os policiais civis fizeram um monitoramento no local e constataram que a acusada estaria servindo porções de drogas a possíveis usuários.

Com a situação flagrante de tráfico, os investigadores foram até a residência para abordagem. A moradora correu e jogou porções de drogas no ralo do box do banheiro. Os policiais conseguiram recuperar dois pinos de cocaína que ainda não tinha desaparecido na tubulação.

Dentro de um cesto de roupa suja, os investigadores acharam uma quantia em dinheiro proveniente da venda de entorpecente.

A moradora, identificada pelas iniciais T.A.O.S., admitiu aos policiais a venda de drogas. Ela disse que está desempregada, que não conseguiu benefício do auxílio emergencial do governo e que estava traficando para conseguir dinheiro.

A mulher admitiu que vendia cada pino a R$ 10. Conforme a polícia, a indiciada já é conhecida nos meios policiais. Ela cumpria liberdade condicional em processo por tráfico.

T.A. foi autuada em flagrante e está à disposição da Justiça. Com o crime, ela vai perder o direito ao benefício de liberdade condicional.

OUTRA PRISÃO

A mesma equipe do GOE/ Deic realizou outra prisão em flagrante por tráfico de drogas em Araçatuba. Durante patrulhamento perto de um posto de combustíveis com reiteradas denúncias de tráfico, os investigadores abordaram um rapaz de 21 anos, que se assustou e ficou nervoso com a aproximação da viatura da Polícia Civil.

Com ele, os investigadores encontraram 14 pinos com cocaína que estavam sendo comercializados perto do autoposto, na Rua Bolívia.
O acusado, identificado pelas iniciais M.A.S., confessou o crime e disse que vendia cada porção a R$ 10 e que ganhava R$ 50 a cada cota vendida com 15 pinos. Ele não quis informar, no entanto, quem lhe fornecia a droga para a venda no varejo.

Apresentado no plantão policial, o rapaz foi autuado em flagrante por tráfico na madrugada desta sexta-feira (19).


Por: Alex Mesmer/Regional Press
Araçatuba Acontece.
19/06/2020








Postar um comentário

0 Comentários