PM prende trio que praticou três assaltos seguidos em Araçatuba

Policiais militares prenderam na tarde deste domingo três homens que haviam praticado três assaltos no início da manhã. Eles sempre agiam contra pedestres e faziam ameaças com uma pistola cromada, que na realidade era um simulacro artesanal, e andavam em um veículo Peugout 207, prata, com placas de Penápolis.

Os policiais cabos Glayson e Cassiano atenderam duas ocorrências de assalto no intervalo entre às 6h e 7h deste domingo, onde as vítimas deram relatos semelhantes com relação as características do bando, que seriam três homens no veículo Peugeout. Uma terceira vítima procurou à delegacia informando as mesmas características com relação às pessoas que a roubaram.
Durante a tarde os dois PMs faziam diligências para tentar encontrar os criminosos e localizaram o veículo passando pela rua Jerônimo de Mello, no bairro São José. No carro estavam dois ocupantes, um pedreiro de 31 anos ao volante e um gesseiro de 37 no banco do passageiro.

O motorista fugiu ao receber ordem de parada. Os policiais perseguiram os acusados e conseguiram fazer com que parassem o carro. Com o passageiro havia R$ 219 em dinheiro. O motorista, ao descer do carro, tentou dispensar um telefone celular Samsung, branco.
Ele disse que pegou o aparelho em um local conhecido como ponto de venda de drogas, na rua Fundador Paulino Gato, durante a manhã, e quem havia passado era o gesseiro, que teria afirmado inclusive que era produto de roubo.

Os policiais foram até o local onde a dupla afirmou que estava, e chegando na residência, um desempregado que estava na frente da casa entrou correndo. Os PMs conseguiram deter o homem e na residência encontraram um simulacro de pistola, igual a descrita pelas vítimas, além dos materiais roubados nos assaltos praticados durante a manhã, incluindo telefone celular, uma máquina de choque levada de uma das vítimas.

As vítimas dos assaltos reconheceram os acusados. Os policiais ainda constataram que a placa do carro estava adulterada, sendo que o número 6 foi modificado para 8 e a letra L, para U.
Os três homens foram presos em flagrante e ficaram a disposição da Justiça.

OS ASSALTOS

Um dos assaltos praticados pelo trio foi às 6h30 na estrada Nametala Rezek, prolongamento da avenida da Saudade, contra um porteiro de 39 anos. A vítima trabalha em um prédio residencial no bairro Nova Yorque e reside em uma chácara próximo ao pontilhão da Água Limpa.
Ele estava indo embora a pé quando os homens pararam de carro. Dois deles desceram e apontando a arma (simulacro) anunciaram o roubo. Ele pegaram a mochila com os pertences da vítima, um celular I Phone, um relógio Aplle Watch, documentos pessoais e cartões bancários, e fugiram em seguida.

O outro assalto, também contra um porteiro, de 37 anos, foi no cruzamento das ruas Euclides da Cunha com Duque de Caxias. Por volta de 6h50 a vítima caminhava pelo local quando viu o veículo Peugeot parado na via, e um homem que estava abaixado olhando o motor. Quando se aproximou do carro um segundo bandido desceu com uma pistola, preta, em punho, e ambos ameaçaram o porteiro, roubando dois telefones celulares e a bolsa, com documentos e uma máquina de choque.
Já o terceiro assalto foi às 7h, quando o trio abordou a vítima, não identificada, e anunciou o assalto, na esquina das ruas Padre Francisco Sersen com Luís de Camões, no bairro Guanabara, e roubou o telefone celular e uma mochila com os pertences da vítima e R$ 22 em dinheiro.

Por: Fabio Shiz/Regional Press
Araçatuba Acontece
27/01/2020






Postar um comentário

0 Comentários