Policiais da DIG prendem acusado de atirar em guarda municipal

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) acabam de prender o acusado de ter atirado contra o guarda municipal Diego Oda, 33 anos, na noite desta quinta-feira (18), em uma padaria na rua Bolívia, no bairro Planalto.
O homem, um desempregado de 25 anos, foi preso na casa de familiares, na rua José Cazerta, 961, no Jardim TV, onde estava escondido. Ele estava sozinho na residência e tentou se esconder embaixo da cama.
O rapaz seria o autor dos disparos contra o guarda municipal. Ele foi levado à DIG, onde vai prestar depoimento, e poderá ter a prisão em flagrante decretada.
Segundo a polícia, ele e seu irmão foram à padaria para praticar um assalto. O boletim de ocorrência foi registrado como tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte).
O outro suspeito de participação no crime foi preso na manhã desta sexta-feira, na rua Tancredo Neves, bairro Rosele. O rapaz, irmão do autor dos disparos, atuou como “cavalo”, termo usado para pessoas que dão carona e acabam sendo cúmplices do crime. Ele prestou depoimento na manhã desta sexta e permanece detido.

CÂMERAS
Câmeras de segurança flagraram o momento em que o atirador entra na padaria e vai em direção ao caixa. O guarda municipal aparece na imagem e o criminoso aponta um revólver para ele, efetuando dois disparos e fugindo em seguida.
O guarda municipal Diego Oda está internado na Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de Araçatuba. Seu quadro é estável.
Nesta tarde, ele passaria por uma neurocirurgia para tratar de uma lesão nas costas, provocada por um dos disparos.

Por: Alessandra Nogueira/Regional Press
Foto/ Divulgação
Araçatuba Acontece
19/07/2019





Postar um comentário

0 Comentários