Polícia prende segundo envolvido em sequestro de taxista de Araçatuba

A Polícia Civil prendeu o segundo acusado de envolvimento no sequestro de um taxista de Araçatuba. O crime ocorreu no começo de julho. Rendida em Araçatuba, a vítima foi encontrada no porta-malas do próprio carro, após perseguição policial em Penápolis. Um acusado do crime foi preso no mesmo dia e autuado em flagrante.
A pedido da Polícia Civil, a Justiça expediu o mandado de prisão preventiva do outro envolvido. Samuel Cristian Sant'ana Leite foi capturado nesta terça-feira (23). Ele negou envolvimento no crime, mas foi reconhecido, sem sombra de dúvida, pela vítima.
O acusado seria encaminhado para um CDP (Centro de Detenção Provisória) da região.
A polícia ainda procura uma pistola calibre 380 roubada do motorista, que é GCM (Guarda Civil Municipal) em Araçatuba.

O CRIME
O assalto ocorreu na madrugada de 8 de julho. O taxista foi abordado pelo acusados, que se passaram por passageiros.
Os bandidos pediram uma corrida até o bairro Colinas, em Birigui. No meio do percurso, um dos bandidos fingiu que precisava urinar e pediu para que o carro fosse parado.
Nesse momento, o motorista foi rendido e o assalto foi anunciado. A vítima reagiu e foi espancada. Os bandidos descobriram que o motorista possuía uma pistola e a roubaram.
A vítima foi amarrada e colocada no porta-malas. Durante a fuga, o taxista conseguiu ligar para o Copom da PM e passar alguns dados sobre o crime. Os policiais militares descobriram a placa do veículo roubado e que estava com o taxista sequestrado.
Ainda na madrugada, o carro foi visto passando pela praça de pedágio perto de Glicério, na rodovia Marechal Rondon (SP-300), sentido interior/capital. Equipes da PM passaram a patrulhar a região.
Os bandidos entraram em Penápolis e foram seguidos por uma viatura da PM até a Rua Ramalho Franco, onde bateram em um trailer. Os criminosos fugiram para uma mata e a vítima foi encontrada amarrada no veículo.
Horas depois, o primeiro envolvido foi preso em Araçatuba, após pegar um mototaxi em Penápolis. Desde então, a polícia procurava o segundo envolvido, preso nesta terça (23). 

AGRADECIMENTO 
No último dia 17, o taxista e CGM Evaldo Dantas Rodrigues foi até a Polícia Militar de Araçatuba para agradecer o empenho dos policiais do Copom (responsáveis pelo atendimento do telefone 190) para o esclarecimento do crime. A vítima acredita que os bandidos tinham a intenção de executá-la.
“Agradeço muito a atuação dos policiais militares e dos policiais civis para a solução desse caso e a prisão dos envolvidos”, desabafou a vítima na noite de ontem, após a prisão do segundo acusado. A Polícia Civil continua investigando o caso para apurar o possível envolvimento de outras pessoas no crime.

Por: Alex Mesmer/Regional Press
Araçatuba Acontece
24/07/2019




Postar um comentário

0 Comentários