Maio Amarelo: Ciclistas recebem orientação e faixa refletiva em Araçatuba

Dando continuidade às ações no contexto do Movimento Maio Amarelo 2019, na tarde desta quinta-feira foi realizada uma ação de prevenção voltada aos ciclistas de Araçatuba.
Os voluntários fizeram a instalação de dispositivos refletivos frontais, traseiros e nos raios, juntamente com a entrega de panfleto com mensagem educativa relacionada a condução de bicicletas de maneira defensiva e cuidados indispensáveis a segurança do trânsito.
A ação foi conjunta e realizada por vários órgãos (Policiamento Rodoviário, Concessionaria Via Rondon, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros.

Os acidentes de trânsito lideram as estatísticas de mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano, ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país.
O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, precedido por Índia, China, EUA e Rússia e seguido por Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito.

Juntas, essas dez nações são responsáveis por 62% das mortes por acidente no trânsito.
O problema é mais grave nos países de média e baixa rendas.
A OMS estima que 90% das mortes acontecem em países em desenvolvimento, entre os quais se inclui o Brasil (são mais de 40.000 mortos decorrentes de acidente de trânsito por ano no Brasil).
Ao mesmo tempo, esse grupo possui menos da metade dos veículos do planeta (48%), o que demonstra que é muito mais arriscado dirigir um veículo — especialmente uma motocicleta — nesses lugares.

O cenário do trânsito no Brasil aponta a tendência de 21 mortes por 100 mil habitantes, enquanto que no Estado de São Paulo, a taxa de mortes é menor e na proporção de 15 mortes por 100 mil habitantes, mesmo tendo 35% da frota nacional de veículos e mais que o dobro da proporção de motoristas do país (48% da população estadual versus 21,8% da população nacional).

Por: Fabio Shiz/Regional Press
Araçatuba Acontece
17/05/2019











Postar um comentário

0 Comentários