Desaparecimento temporário de adolescentes pode revelar esquemas de prostituição infantil em Araçatuba


O recente desaparecimento temporário de duas jovens de 13 e 14 anos pode revelar esquemas de prostituição infantil em Araçatuba. A equipe do Regional Press conversou com avó da menina de 13 anos e com a mãe da adolescente de 14, e elas revelaram o que descobriram no período em que estavam à procura das meninas no período em que ficaram desaparecidas.
As duas famílias moram em um conjunto habitacional na região da zona oeste de Araçatuba.
Para não identificar as meninas, a voz das entrevistadas foi distorcida e não será mencionado o bairro e nem o nome das entrevistadas.
A mãe da jovem de 14 anos conta que assim que sua filha desapareceu ela postou nas redes sociais a procura de alguma pista. Uma das amigas da menina manteve contato dizendo que sabia do paradeiro da garota. Segundo a amiga, a menina e outra jovem de 13 anos estaria ficando em um imóvel próximo ao centro da cidade, onde há vários quartos de aluguel somente para homens.
A mulher conseguiu o endereço e lembrou que há alguns dias, pegou no celular da filha, uma mensagem de um rapaz oferecendo R$ 50 para que a menina saísse com ele.
“Eu peguei o celular da minha filha e vi a mensagem, aí comecei a conversar com o cara, que se identificava como Mateus. Ele perguntou se queria ganhar um dinheiro, que daria R$ 50 para sair com ele, fazer um programa”, contou a mãe.

Ela ficou nervosa com o teor da conversa e acabou enviando um áudio para o rapaz, dizendo que era a mãe da menina. O rapaz apagou todas as conversas e bloqueou o número. No entanto, segundo a mulher, no dia seguinte já enviou outra mensagem de um outro número para sua filha.
Em busca de notícias do paradeiro da filha, ela conseguiu, com ajuda de uma amiga da filha, descobrir onde era o imóvel citado, que aluga vários quartos para homens, e foi até lá.
“Fui lá e fiquei esperando o rapaz que havia falado com a minha filha. Eu vi chegar muitos homens alí e por fim consegui falar com ele.
Ele negou que tivesse feito sexo com a menina, mas confirmou que ela e a amiga estiveram em sua casa e inclusive roubaram R$ 200. Mas disse não saber do paradeiro da menina.
A mãe desta jovem de 14 anos ainda revelou que no bairro onde mora, tem uma menina de 12 anos que é sustentada por um homem bem mais velho, que dá dinheiro e roupas para a garota em troca de sexo. Segundo a mulher, essa menina inclusive assedia outras jovens do bairro a sair com este homem.

“Outro dia minha filha saiu e voltou com um monte de roupas que ganhou do homem. Ela disse que só foi junto fazer companhia para a outra menina, mas não ficou com o homem”, argumentou.
Todo mundo aqui do bairro sabe que ela fica assediando as meninas para sair com homens mais velhos. Eu acredito que ela tem vários contatos, apesar de ter só 12 anos”, disse.
A avó da jovem de 13 anos que também ficou desaparecida já não sabe mais o que fazer. Com problemas de saúde, mandou erguer os muros da casa e colocou até cerca elétrica para evitar que a neta saísse de casa. Mas a menina acaba desviando o caminho da escola, foi o que aconteceu no período em ficou desaparecida.
Esta avó também confirma a recente descoberta de meninas do bairro que saem com homens bem mais velhos em troca de dinheiro.
“Tem um que mora perto da avenida Brasília que aceita as meninas menores na casa dele”, afirmou.
Com relação a casa que tem vários quartos alugados, uma amiga das jovens que estavam desaparecidas teria revelado que além de consumo de narguilé, no local há bebidas alcoólicas e até drogas, que eram oferecidas às menores.

O ENCONTRO
A mãe da jovem de 14 anos disse que encontrou a filha e a outra menina, de 13 anos, depois que uma pessoa reconheceu as meninas no jardim Palmeiras. Elas estavam procurando por um cômodo para poder passar a noite. A pessoa reconheceu e ligou para a mãe da adolescente.
As meninas disseram que realmente passaram pela casa onde há vários quartos de aluguel para homens, e depois disso passaram a perambular e até mesmo dormir na rua. Elas disseram que estiveram boa parte do tempo próximo a lagoa do bairro Lago Azul, na zona sul de Araçatuba.
As meninas não deram mais detalhes sobre o que se passou neste período em que ficaram desaparecidas.
A Polícia Civil já está investigando caso.

Por: Fabio Shiz/Regional Press
Araçatuba Acontece
19/05/2019



Postar um comentário

0 Comentários