Justiça decreta prisão preventiva de homem acusado de estuprar menina de 10 anos em Araçatuba

O homem de 55 anos detido neste domingo acusado de abusar sexualmente de uma menina de 10 anos teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na tarde desta segunda-feira.
O pedido foi feito pela Polícia Civil que abriu inquérito para investigar o caso, que veio à tona neste domingo após denúncia feita pela madrasta da vítima.

O acusado é um catador de materiais recicláveis que mora no bairro São José.
A reportagem do Regional Press apurou que a menina não é neta da companheira do acusado, como chegou a ser noticiado.
A mulher dele apenas ajudaria a cuidar da criança, já que a mãe da menina está detida. A garotinha, segundo familiares do acusado, chegou a ficar durante quatro meses sob os cuidados da companheira do catador de materiais recicláveis.

O caso veio à tona depois que a garotinha revelou à madrasta, neste domingo, que desde quando tinha sete anos teria começado a ser abusada pelo acusado.
A reportagem apurou que a mãe da menina está presa.
Atualmente a garotinha está morando com o pai.

A pessoa que acionou a PM ao saber do caso passou o endereço do acusado.
Policiais militares foram até o local e encontraram o homem, que ao ser questionado confirmou os abusos.
A madrasta ainda relatou que certa vez levou a menina ao médico, que estranhou o fato de uma criança ter corrimento e dores na genitália.

Por: Fábio Shiz/ Regional Press
Fotos:  Silvio Romeiro
Araçatuba Acontece
25/03/2019








Postar um comentário

0 Comentários