Após o início de uma discussão entre dois presos, um teve que ser transferido rapidamente para evitar agressões

Vizinhos detidos por tráfico brigam na cela com acusações de caguetagem
Um desempregado de 36 anos que deixou a cadeia há cinco meses, depois de ficar nove anos detido condenado por tráfico, e um açougueiro de 27 anos, que são vizinhos e moram no Jardim Atlântico, foram detidos sob acusação de tráfico na tarde desta quarta-feira. Na cela os dois começaram a brigar trocando acusações de que um havia entregado o outro à Polícia. Eles tiveram que ser separados e o açougueiro foi levado para a cadeia de Penápolis.
Os Policiais Militares da Força Tática, Cap. Renê e cabos Weimar e Roberto, faziam patrulhamento pela avenida Waldemar Alves quando viram um Fiat Stillo preto passando com o desempregado ao volante. Ele, que é conhecido como “Pirulito” já cumpriu pena por tráfico e a PM tinha informações de que já estaria novamente atuando com o comércio de drogas.
Ao perceber a aproximação da viatura para abordagem ele acelerou o veículo e tentou fugir, sendo abordado na rua Pedro Álvares Cabral, no bairro Paraíso. Durante vistoria, os policiais encontraram R$ 550 em dinheiro com “Pirulito” e no carro, no assoalho embaixo do banco do motorista uma sacola com um kit contendo 30 microtubos com pinos contendo cocaína.
Os kits são preparados por distribuidores de drogas para fazer a entrega nas pequenas biqueiras que atendem o consumidor final, ficando com parte do lucro das vendas. Ele confessou aos policiais que estava comercializando a droga e disse que havia mais drogas em uma casa vizinha de onde mora, no Jardim Atlântico.
Os PMs foram até o local onde reside um açougueiro, e acabaram encontrando mais três kits num total de 90 pinos com cocaína além de R$ 22 em dinheiro. O açougueiro disse que não tem nada a ver com a droga e havia recebido R$ 50 de “Pirulito” apenas para esconder a droga em sua casa. Do dinheiro ganho, já tinha gastado R$ 27. Os R$ 22 restantes ele entregou aos policiais.
A dupla foi levada ao plantão policial e detida em flagrante, onde ficou à disposição da Justiça. No entanto, os dois começaram a brigar com troca de acusações de que um teria entregue o outro à polícia. A situação ficou tensa e o açougueiro que foi ameaçado por “Pirulito”, teve de ser removido e transferido para a cadeia de Penápolis.
Por conta da ameaça, além do crime de tráfico, “Pirulito” será indiciado por coação no curso do processo, devido à ameaça que fez contra o açougueiro. Os dois serão indiciados por associação para o tráfico e tráfico de drogas.

Por: Fábio Shiz/Regional Press
Fotos: Sílvio Romeiro
Araçatuba Acontece
15/11/2018







Postar um comentário

0 Comentários